Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Acima de Tudo

10.01.24 | Sandra

2904690_S.jpg

A conversa permanece fluída entre nós mas só as tuas mãos me aquecem nestes dias de frio extremo - porque as palavras, indefesas que são, gelam assim que embatem nos céus negros e ocos que nos quebram.

Por isso, por ora, deixa as palavras repousarem no silêncio onde elas pertencem neste momento e apenas dá-me as tuas mãos.

Que elas me aqueçam só mais um pouco, que me perturbem numa doce inquietação, que me agitem os sentidos, e que escrevam ousados poemas em forma de prosa que se torne toda ela calor para mim.

Acima de tudo,

Que quando um dia os céus negros e ocos derem lugar a muros caiados de branco cheios dos reflexos dourados do sol no pino do verão,

As tuas mãos ainda se deem às minhas com a singularidade de cada uma das estações do ano, e que sempre me agitem numa inquietação sentida e apetecida. Sem pressas.

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/2