Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

CAMINHO

03.12.20 | Sandra

815297_S.jpg

É este o caminho certo que me leva a ti. É por aqui que, ávida da tua presença, sigo em direção à alegria de te reencontrar. Os meus passos jamais se cansam nesse caminhar que se faz leve, onde o chão deixa de ser duro e transforma-se em apelos teus, doces, ansiosos, felizes. Respiro cada raio de sol que parece indicar-me por onde devo seguir, e das altas folhagens tomba aquela sombra plena de respostas, que pousa gentil nas minhas convicções. Acompanha-me sempre um perfume indefinido, espalhado por todo o lado em meu redor, que mais tarde será lembrado quando eu me encontrar ao teu lado e reencontrar esse perfume tão teu, um pouco esquecido já. É este o caminho que sempre me aproxima a ti, tu, que já me aguardas, pronto a receber-me em júbilo, em tudo o que és e que faz de ti parte de mim. Já as aves invisíveis andaram cá e lá, entre nós, saltitando na expetativa, medindo distâncias que se encurtam, contando os minutos que faltam até ao nosso reencontro, sabendo que também tu já olhaste vezes sem conta os ponteiros do relógio e reviste tudo em teu redor, vislumbrando esse caminho que me entregará, feliz, a ti. Por isso, como não amar este chão, estas árvores com as suas generosas sombras, este sol que ri cúmplice dos pássaros que nos espiam? Se este é o caminho que é teu, que me conduz a ti, que será sempre como nosso, parte de quem somos e de um certo mundo, esse nosso só também?

33 comentários

Comentar post

Pág. 1/2