Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Decisão

16.03.24 | Sandra

px-downloadg2aa361d71438667d115d03c8fdea369976159d

O sol nasceu. Os pássaros voaram para cima dos telhados, ainda frios da noite que passou. As pessoas sentaram-se na esplanada para saborear sem pressa os seus cafés e croissants. Um cão deitou-se no chão entre dois suspiros e o peso da preguiça - ou da idade. Carros passaram devagar ao longe e, perto, um rádio tocou os últimos êxitos musicais.

É sábado e decido deixar-te ir no meu passado. És para mim, de ora em diante, indiferença. Saboreio a plenitude do meu café e o mundo avança.

13 comentários

Comentar post