Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Quero Palavras

06.10.20 | Sandra

20210904_185950-01.jpeg

 

Quero palavras tuas. Que sejam elas o rugir dos teus sentidos, despojos de guerras antigas travadas por ti em velhos mundos; ou tempestuosas ondas que na borda do papel morrem, quando decifras o amor. Gosto assim...

Quero palavras tuas! Apanho-as, ávida de letras! Como fera, devoro-as, sorvo-lhes as entrelinhas, provo-lhes os anseios e rendo-me de vez: sou mulher, afinal...

E no final, arranco de mim a prosa e a poesia, despejo-as por madrugadas longínquas que um dia me rasgaram toda a alma! E assim, de alma nua e pura, só quero palavras, as tuas...

Se houver quem satisfaça esta minha ânsia (papel cru vazio de ti), que sejas tu! Entrelaça então esses dedos teus nos meus e leva-me já por letras vastas, senhor que manda nas brumas, aquelas que resgatam órbitas perdidas e que não cabem nunca nas palavras que tecemos. Quero palavras tuas, porque tuas são. 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.