Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

CICATRIZ

03.09.20 | Sandra

20200905_074048.jpg

Uma criança muito suja atira pedras a um cão.
O cão não foge.
Esquiva-se
E vem até junto da criança
Para lhe lamber o rosto.
Há, depois,
Um abraço apertado,
De compreensão
E de amizade.
E lado a lado,
Com a mãozinha muito suja no pescoço felpudo,
Lá vão, pela rua estreita,
Em direção ao sol.
(António Salvado, in "Cicatriz”)

 

Nota: Fica a simbologia do conto. Entre seres humanos passa-se o mesmo. Não certamente com pedras mas palavras ou atitudes face àqueles que jamais desistem de nós. A criança, essa, na sua revolta ou luta interior, não queria sinceramente afastar o cão. O cão, na sua sabedoria e força, pressentiu-o. E lutou contra a vã tentativa da criança em mantê-lo longe. Porque essa tentativa de afastamento era, no fundo, um apelo que murmurava um "Fica !". No fim, o amor vence. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.