Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Em Mim

11.01.21 | Sandra

2600656_S.jpg

Repousa em mim, luz que o sol liberta ao dia. Recebo-te em júbilo, que desce sempre feito mistério, manhã após manhã. Pousa suavemente nesta minha pele que, sem entraves, te espera desde o clarear dos céus. Aquece-me suavemente como beijos que se dão, e acaricia-me como a aurora acaricia os campos nus em orvalho puro. Abraça-me numa claridade leve, sol nascente, enquanto na cama os lençóis ainda estão quentes; e nesse calor, abraço-te eu também, luz que quero minha! Como me delicio nessa tua demora em mim! Não sei se és seda ou cetim, mas quero que fiques, que o tempo é teu, e afinal este corpo meu entrego-te em doces vagares... amanhã, e depois, e no dia a seguir, ainda! Sei que em algumas manhãs nuvens te esconderão de mim, mas ai, como eu sei que acima desses gigantes flocos de algodão, estarás certa da minha espera por ti. Porque sim, tens razão luz, aceito-te e recebo-te promíscua em mim num misto de aconchego e tremenda Fé. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.