Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

LUZ

26.01.21 | Sandra

4314993_S.jpg

És luz que facilmente atravessa tempos e memórias, para iluminar as certezas ambíguas destes dias singulares. Com uma claridade ímpar, clareias espaços onde o deslumbre ainda marca os sentidos indefinidos. Consegues transformar os dias em cetim branco, brilhante, macio, como um ameno lugar na mente onde estão todos os sonhos de todos os tempos e lugares. Pressinto-te suave e doce em incessantes buscas das horas que virão, e o caminho é todo ele uma gota luminosa onde os meus passos flutuam, soltos. E brilhas, brilhas mais, pronto a iluminar almas que te vislumbrem e entendam. É na tua luz que me envolvo, serena em contemplação, respiração pausada, tranquila, na certeza da fé inabalável que me preenche. Completas-me, e agora repousas, luz espalhada por aqui e por ali, descansada na placidez das palavras de quem sobre ti escreve. Eu observo-te nesse descanso, és tanto de mim, como eu de ti.

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2