Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria | Fotos retiradas da internet

Sílabas à Solta

Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria | Fotos retiradas da internet

LUZ VESTIDA EM MIM

23.09.20 | Sandra

terry-vlisidis-WsEbnsnKbUE-unsplash.jpg

Procuro-te sempre, tão presente que pareces estar na luz que desmente o meu escuro. E se fosses sol, lua, outras estrelas? Eu? Sou apenas como mariposa que persegue a claridade que deixas caída pelo caminho de palavras tuas.

Nem sei outro rumo senão caminhar em procura de ti por espaços brilhantes de horas tuas que tomo como minhas... Anseio-te e alegro-me em palavras tuas como se nelas bebesse o ânimo que me ilumina. Porquê este meu sentir que se deita sem porquês em interrompidos ecos de sentimentos teus?

Oxalá soubesse eu agir de outra forma. Na tua luz tão própria tornas-te mistério, subtileza, beleza, iluminado. No teu dom brilham palavras que me entorpecem, seduzem, atraem e desarmam como lâmpada no escuro aconchegado da noite, da qual não consigo afastar o meu olhar, porque gosto do brilho. Porque é que te quero tanto, assim como luz vestida em mim?

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2