Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

PROCURA-ME

15.09.20 | Sandra

5105878_S.jpg

Pressentimentos levaram-me a ti. Em passos indecisos chego ao teu nome. Tímida como brisa na tarde, deixo-te as minhas primeiras palavras. Sempre tu. Não sei outro caminho que não este. Não quero outro que não tu. Curiosa confesso-me, descobre-me tu.

Pressente-me, curioso também, escuta sons meus não ditos em palavras pintadas como rascunhos. Procura-me, lê-me nas evidências escondidas. Sou as entrelinhas que te mostro. Derramo sentimentos como prosa discreta. E aves falam de ti, com a meiguice que adivinhas em mim...

Confia. Fala comigo outra vez, de novo, pois estou aqui, no silêncio que é teu.

Quero afagar um pouco de alma tua feita livro que folheio. Sinto-me ser puxada a ti num abraço entre a tua escrita de pedras soltas. Escreve-me tu, quando o sol deslumbra a poesia. Mostra que me ouves quando nenhum som dos meus lábios é emitido senão o de estrofes que caiem como roupas no chão.

Chama-me como já o fizeste. Um apelo teu feito ecos de flor que me envias. Guardarei cada pétala caída de palavras cheias que me deres...

 

32 comentários

Comentar post

Pág. 2/2