Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

O Signo de Deus

03.09.22 | Sandra

 

px-downloadg660481e4d09018ca6776dff01cd2ce128e8678

Lá fora, a noite. Sábia, conhecedora dos dias da Terra e dos segredos do mundo. Lua cheia. Incontáveis estrelas espantam-se com a magnanimidade de tudo o que de bom e de belo ainda existe.
Para lá da janela e do jardim, as luzes distantes de casas, ruas, carros. Outras vidas...
E muito acima de tudo, o humanamente visível a olho nu, o esplendor do universo que generosamente nos aceita e mantém. O signo de Deus. Tanto que a humanidade tem ainda a descobrir... haverá tempo suficiente para tudo?

Está muito calor. Só me apetece deixar as roupas caídas pelo chão como folhas cansadas de outono e ficar à janela, esperando que a noite tenha alguma complacência para comigo e me permita tolerar melhor este ar abafado fora de tempo. Mas é tarde, estou cansada e a noite conhece-me bem, compreende que tudo o que eu quero agora é dormir. Os lençóis da cama estão frescos. Deito-me tal como sou, desejando sonhar com o teu beijo, que secretamente quero tanto e tanto em mim...

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.