Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

DESARMADA

26.09.20, Sandra

1578033_S.jpg

Viajo no silêncio do tempo ao teu encontro, num espaço que não conheço. Alcanças-me tu, enquanto o universo devagar se expande. És fugitivo cometa que me carrega entre cerradas nebulosas onde estrelas nascem.

Fecho os olhos, saboreio golfadas finas de luz. Desarmo em mim forças poderosas quando pressinto a tua respiração que me arrebata nessa viagem. Com a força da gravidade sou elevada a um teu querer, mais antigo que tudo. És feito da mesma luz que atravessa poderosa um vitral e no escuro pinta o meu corpo com as tuas cores brilhantes.

Conto na noite incontáveis estrelas; e por requintados truques da mente faço-as minhas, habito nelas...

E tu lá, sempre tu! Desconhecidas rimas tecem-se em sentimentos vagos que não afasto de mim. Sou enfim estrela cadente, destinada a cair com mansidão sobre o teu corpo maduro feito de infinito.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Sandra

    26.09.20

    Um enorme obrigada querido Júlio, gosto de saber que me lê! Nem sei agradecer. Tenha um sábado de luz com beijinhos meus.
  • Imagem de perfil

    júlio farinha

    26.09.20

    Leio agora e sempre querida Sandra. Com muito prazer Muto carinho ! Um beijo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.