Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

VENTO EM TI

18.08.21 | Sandra

20200920_103434.jpgFaço-me vento e parto em busca vã de ti.

Sopro nos caminhos que percorres, todos eles feitos papel em branco, onde as palavras que escreves são pedaços escorridos da tua noite e estilhaçam tudo por onde passam.

Há esquinas que sabem de ti, conhecem-te o peso dos passos e das letras, reconhecem o deambular das horas tuas que não sei traduzir. Passo por elas, não sabem onde estás.

É quando me transformo em vento alísio, decidida a deslizar sempre nas madrugadas ensonadas que te veem dormir, no perfume da chuva macia que um dia há-de entrar pela tua janela aberta, no céu noturno que te compreende melhor do que eu.

Se um dia me sentires por perto, só por uma única vez, fica quieto, para que eu seja finalmente brisa costeira, e ainda tímida, te possa abraçar, ser transparente vento em ti.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.