Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Sílabas à Solta

POESIA | PROSA POÉTICA

Veste-me em Renda

11.07.21 | Sandra

px-downloadg0d52b95dff03c5d4d4050f8ad031e12c6a9919

No rescaldo do calor da noite, trago vestidas em mim palavras tuas que releio. Todas elas compõem agora a fina peça de renda transparente que me envolve, luxurioso toque à minha pele.

Os desenhos cruzados uns nos outros são letras que soltas na tua escrita, tornadas homem e mulher, bordados em complexos pontos e delicadas laçadas, o padrão requintado que quero em mim. Enreda-me em enredos teus, adorna-me de ti! Cria nessa forma tua de despejar ideias a mesma renda que te deixa adivinhar as formas puras do meu corpo.

São peças formosas, os parágrafos que teces, e que na noite visto, atrevida, para mais tarde despir sempre que escreves, sempre que te leio. 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.