Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

Sílabas à Solta

Textos de minha autoria. Imagens retiradas da internet. Qualquer reprodução dos meus conteúdos deve ser sempre feita com referência à minha autoria.

VIAJANTE DO MUNDO

04.10.20 | Sandra

2287759_S.jpg

Ao viajante do mundo.

Em braços teus de luz
onde chuva fina dança
entorno-te tórrida a alma
de horas transparentes.
Descobre-me
em dedos peregrinos
ousadia esquiva
sentimentos de renda e cetim
da noite que chega jovem.
Molham-me a alma
cânticos de aves noturnas
que nos seguem pegadas
por notívagas esquinas vazias.
Candeeiros de rua mandam calar
passeios, estradas, telhados:
chuva etérea vai desfilar,
leva no peito o peso
de palavras fecundas não ditas.
Passa o tempo também!
Sobra a noite exilada,
reflexos distorcidos
na poça ondulante.
Tombada de ténue céu
a madrugada vagabunda chega:
Apago a luz.
Partes tu, fico eu...

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.